SC tem queda em roubos, furtos e homicídios, mas violência doméstica e mortes em confrontos sobem

SC tem queda em roubos, furtos e homicídios, mas violência doméstica e mortes em confrontos sobem


Santa Catarina teve diminuição em nove dos 11 índices de criminalidade em 2023. As mortes violentas passaram de 686 casos em 2022 para 679 no ano passado – queda de 1%. Em relação aos roubos, a redução chegou a 14,5% na comparação com o ano anterior. No casos dos furtos, o número diminuiu 2,4%.

Segundo o balanço apresentado na quinta-feira (18) pelas forças de segurança do estado, o índice de mortes por confronto com a polícia cresceu 79,5%. Já o registro de violência doméstica subiu 6,8%.

Dos 295 municípios catarinenses, 146 não registraram ocorrência de homicídio em 2023. O número representa 49,5% das cidades.

Para o governo catarinense, a queda na maioria dos índices ocorre por conta dos investimentos, integração policial, planejamentos de inteligência e ao enfrentamento ao crime.

“A presença do estado fortalece esse sentimento, inclusive repele a ação delituosa. Onde o estado está presente, é óbvio que o crime vai diminuir”, detalhou Carlos Henrique de Lima, secretário de Segurança Pública.

Sobre a alta de mortes em confrontos policiais, os casos aumentaram de 44 para 79 no período de um ano.

“O policial tem por dever de ofício atender à ocorrência, ele não pode se negar a ir. Agora, o criminoso tem a opção de não praticar o crime, então muitas vezes esse confronto se dá por opção do próprio criminoso. A nossa polícia é bem armada, bem equipada, bem armada, está presente e o confronto vai acontecer infelizmente”, justificou.

No quadro geral, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes ficou em 7,5, o que representa a mais baixa dos últimos quatro anos.

 

Caroline Borges, g1 SC



Voltar

Comentários




Notícias Relacionadas


Vídeos


📺Programa Gente da Nossa Terra📺 (03/03/2024)

📺Programa Gente da Nossa Terra📺 (03/03/2024)

Após prejuízos no plantio causados pela enchente, colheita do arroz pode superar as expectativas

Após prejuízos no plantio causados pela enchente, colheita do arroz pode superar as expectativas

✅Programa Nossas Belezas✅ (02/02/2024)

✅Programa Nossas Belezas✅ (02/02/2024)