Região do Vale do Itajaí está em nível gravíssimo para o coronavírus

Região do Vale do Itajaí está em nível gravíssimo para o coronavírus


A situação da pandemia do novo coronavírus no Médio Vale do Itajaí está no nível mais grave do chamado “risco potencial” da doença, segundo dados atualizados pelo governo do Estado nesta quarta-feira (15). As informações são do NSC TV.

Faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp, acesse aqui!!

Isso significa que cidades com a classificação gravíssima são orientadas pelo Estado a adotar medidas mais duras para evitar a rápida disseminação do vírus.

Entre as indicações estão a instalação de barreiras sanitárias nas entradas das cidades e a suspensão de atividades com maior risco de transmissão por 14 dias.

Esta última passou a ser adotada em Blumenau nesta terça-feira (14). Por duas semanas os moradores ficarão sem transporte coletivo e atividades religiosas, por exemplo.

Conforme o secretário Winnetou Krambeck, a prefeitura acompanha a evolução da doença diariamente e sabia que a pior classificação estava a caminho:

— A gente sabia que ia atingir, era ordem natural pelo aumento de número de casos e (de internações) nas UTIs — declarou.

Cidades do Médio Vale
A região do Vale do Itajaí, que inclui 14 cidades, entre elas Blumenau, Brusque, Apiúna e Indaial soma 5.711 casos confirmados do novo coronavírus nesta quarta-feira, conforme o boletim do governo do Estado. Porém, como há represamento de testes no Laboratório Central de Saúde Pública, as prefeituras indicam um número maior. Conforme as gestões municipais, eram mais de 7,5 mil infectados até esta terça-feira (14).​

Nível gravíssimo

Na semana passada, havia três regiões do estado em risco gravíssimo. Agora são sete. A classificação leva em conta o índice de isolamento social, a ampliação dos leitos de UTI, a testagem da população e o fluxo de atendimento. O isolamento social tem a pior avaliação, com nível gravíssimo em 14 das 16 regiões avaliadas.

A testagem é igualmente preocupante. Está em nível gravíssimo em 10, das 16 regiões. Quanto à ampliação dos leitos para pacientes em estado grave, metade do Estado está em nível gravíssimo de risco.

O mapa de gestão de risco é enviado a todos os prefeitos do Estado, que recebem uma lista de recomendações do Governo de Santa Catarina.



Voltar

Comentários




Notícias Relacionadas


Vídeos


Rio do Campo distribui Kits Escolares para alunos, professores, auxiliares e diretores da rede munic

Rio do Campo distribui Kits Escolares para alunos, professores, auxiliares e diretores da rede munic

Criminoso rouba posto de combustíveis e acaba preso em Lontras

Criminoso rouba posto de combustíveis e acaba preso em Lontras

PRF flagra quase 200 motoristas em excesso de velocidade domingo na BR 470

PRF flagra quase 200 motoristas em excesso de velocidade domingo na BR 470