Indígena de 26 anos é assassinado a tiros na divisa de Itaiópolis com José Boiteux

Indígena de 26 anos é assassinado a tiros na divisa de Itaiópolis com José Boiteux


Um indígena de 26 anos foi encontrado morto na beira de uma estrada, neste sábado (27), na comunidade Bonsucesso, onde ocorre uma retomada pela área e que fica na divisa de Itaiópolis com José Boiteux, no Vale do Itajaí. A princípio, o jovem teria sido morto a tiros, mas ferimentos na cabeça podem também indicar pauladas. O corpo foi parcialmente incendiado. O Ministério Público Federal, em Blumenau, acompanha o caso e acionou as polícias Civil e Militar de Santa Catarina. As informações são do Portal NSC Total.

Servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) e peritos da Polícia Federal de Joinville foram deslocados para o local. De acordo com relatos da comunidade, o rapaz identificado como Ariel Pauliano pode ter sido vítima de uma emboscada. A ação teria ocorrido na noite de sexta, quando o indígena Xokleng saiu de casa para comprar alimentos numa mercearia.

Os criminosos ainda teriam ateado fogo no barraco onde a vítima morava com a família. Porém, a mãe e o padrasto da vítima, bastantes empenhados nas lutas dos Xokleng, estão em Brasília participando de mobilização contra o Marco Temporal. O Abril Indígena ocorre todos os anos e tem como foco a questão da demarcação de terras no país.

Após saberem do crime, no começo da manhã, o casal começou o retorno para Santa Catarina. O cacique-geral Setembrino Camlem também está retornando de Brasília.

 

Clima é de preocupação entre os Xokleng

A reportagem apurou junto aos Xokleng que o clima era considerado como tenso nos últimos dias. A situação, já de conflito devido à demarcação dos limites da área em que os indígenas estão, piorou com o fechamento da Barragem José Boiteux, nas enchentes do ano passado.

Além da tensão, os indígenas relatam disparos de tiros contra casas. A procuradora Luciana da Luz Fontes, do MP em Blumenau, se disse preocupada com a segurança no local. Entre as lideranças das aldeias, o clima é de preocupação. Para esses, a situação só ficará melhor com a presença de agentes federais.

 

Fonte: NSC TOTAL



Voltar

Comentários




Notícias Relacionadas


Vídeos


BOM DIA ALTO VALE – 24/05/2024

BOM DIA ALTO VALE – 24/05/2024

MOMENTO DE FÉ – 24/05/2024

MOMENTO DE FÉ – 24/05/2024

NOTÍCIAS DO DIA – 23/05/2024

NOTÍCIAS DO DIA – 23/05/2024