Federação Catarinense de Futebol celebra seu primeiro centenário

Federação Catarinense de Futebol celebra seu primeiro centenário


Há um século o futebol de Santa Catarina presenciou um de seus principais marcos. No dia 12 de abril de 1924, foi fundada a Federação Catarinense de Futebol (FCF). Desde então, a entidade se tornou a principal fomentadora ao desenvolvimento do futebol no estado. Atualmente, a FCF conta com 27 clubes profissionais filiados no masculino, além de 19 ligas.

A Federação contará com o maior calendário de sua história em 2024. Estão previstas cinco competições profissionais masculinas, divididas em três divisões; quatro no feminino, desde o sub-15 até o adulto; uma na modalidade não-profissional; e 10 torneios nas categorias de formação masculina. Neste ano, a FCF, ao lado da Federação Gaúcha de Futebol e Federação Paranaense de Futebol, realizará o Campeonato Sul-Brasileiro nas categorias Sub-15, Sub-17 e Sub-20.

O ano do centenário da entidade já conta com um campeão em duas competições profissionais. O Criciúma se sagrou vencedor da Recopa Catarinense e do Catarinense Fort Atacadista. No quesito de arbitragem, Bráulio da Silva Machado apitou a Supercopa do Brasil, na primeira decisão nacional do ano, e Ramon Abatti Abel foi selecionado para atuar nos Jogos Olímpicos de Paris.

A sede própria da FCF fica localizada no bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú. A inauguração ocorreu em 2008. A primeira sede da entidade era situada no Colégio Catarinense, em Florianópolis.

No último ano, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) deu um passo importante rumo à estruturação do esporte de Santa Catarina. O estado abrigará um Centro de Desenvolvimento do Futebol da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O complexo esportivo, que será construído ao lado da sede da FCF, contará um prédio principal, vestiários, sala de massagem, área médica, salas de reuniões, lanchonete, arquibancada com capacidade para 480 pessoas, um campo de futebol e estacionamento.

Atualmente, entre os clubes filiados da entidade, dez disputam alguma divisão nacional. O Criciúma será o representante de Santa Catarina na Série A do Campeonato Brasileiro. Na Série B estão Avaí, Brusque e Chapecoense. O Figueirense disputará a Série C do nacional. Já Barra FC, Concórdia e Hercílio Luz irão entrar em campo na Série D. Entre os clubes femininos, o Avaí/Kindermann está no Brasileiro A1 e o Fluminense no Brasileiro A3. Na Copa do Brasil, Criciúma e Brusque estão classificados para a terceira fase da competição.

Apesar de possuir apenas 3,75% da população brasileira e ser o 20° maior estado brasileiro, Santa Catarina consegue se destacar em âmbito nacional. Atualmente, o futebol catarinense ocupa a oitava colocação do Ranking Nacional das Federações da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na categoria masculina e a sexta colocação no feminino. Outro dado relevante é que Santa Catarina conta com seis clubes formadores certificados pela CBF. O Estado é o quarto que mais possui times certificados no Brasil.

Rubens Renato Angelotti é o atual presidente da entidade. Ele assumiu a presidência em 2016. Sua primeira eleição foi em 2019 e em 2022 Rubens foi reeleito. “É uma alegria imensa estar a frente desta instituição centenária. A contribuição da FCF ao futebol de Santa Catarina é extremamente relevante e fundamental para estarmos entre os principais do país. Com isso, carrego uma grande responsabilidade e um compromisso de perpetuar ainda mais o legado de nossa entidade. Com comprometimento e transparência, não poupamos esforços para trazer o melhor aos torcedores e aos nossos clubes e ligas filiadas”, ressalta o presidente.

Ao todo, a FCF contou com uma série de 17 presidentes. O primeiro deles foi Luiz Alves de Souza, que comandou a entidade de 1924 a 1927. Aderbal Ramos da Silva foi presidente entre 1939 e 1946. O mandatário também se tornou governador de Santa Catarina e dá nome ao estádio do Avaí, em Florianópolis. Delfim Pádua Peixoto Filho, que faleceu no trágico e triste acidente aéreo da Chapecoense em 2016, foi o presidente que comandou a FCF por mais tempo: 31 anos.

O futebol catarinense conta com inúmeras conquistas nacionais e internacionais. Fora do país, destaque para a conquista do Torneio da Malásia em 1982 pela seleção catarinense, composta por atletas de clubes de Santa Catarina. O título invicto contou com vitórias contra Senegal, Gana e Coreia do Norte, na primeira fase, e a conquista veio em cima de Gana pelo placar de 3 a 0, no dia 22 de agosto de 1982. Em 2016, a Chapecoense, com uma brilhante campanha, conquistou o título da Copa Sul-Americana. A delegação da equipe de Chapecó estava a caminho da final contra o Atlético Nacional, na Colômbia, quando ocorreu um triste acidente que vitimou dirigentes, atletas, integrantes da comissão técnica, membros da imprensa e tripulantes. A Conmebol confirmou o título para a Chapecoense. Em 1995, o Figueirense ganhou o Torneio Mercosul, ao vencer o Joinville na decisão na prorrogação por 1 a 0, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Nacionalmente, foram algumas importantes conquistas do futebol catarinense. O Criciúma foi o campeão da Copa do Brasil de 1991. O Campeonato Brasileiro da Série B foi conquistado pelo Criciúma, em 2002, Joinville, em 2014, e pela Chapecoense, em 2020. O Avaí foi o campeão da Série C de 1998 e o Criciúma a de 2006. O Brusque faturou o título da Série D nacional em 2019. O Figueirense foi o campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2008.

A Recopa Sul-Brasileira, que reunia os campeões das Copas Estaduais, foi disputada entre os anos de 2007 e 2010. Foram três conquistas da competição por times de Santa Catarina. O Marcílio Dias foi o vencedor de 2007, o Brusque venceu em 2008 e o Joinville faturou em 2009.

Os maiores campeões Estaduais são Avaí e Figueirense. A dupla de Florianópolis possui 18 títulos do Catarinense cada. Criciúma e Joinville também possuem o mesmo número de conquistas: 12. A Chapecoense venceu o Catarinense em sete oportunidades.

O quadro de arbitragem da FCF também é destaque. Atualmente são três árbitros principais no quadro da FIFA. São eles: Bráulio da Silva Machado, Ramon Abatti Abel e Charly Wendy Straub Deretti. No VAR também são FIFA Rafael Traci e Rodrigo D’Alonso.

 

FCF



Voltar

Comentários




Notícias Relacionadas


Vídeos


AO VIVO: 2ª COPA TAIÓ DE FUTSAL | FASE DE GRUPOS | 1ª RODADA

AO VIVO: 2ª COPA TAIÓ DE FUTSAL | FASE DE GRUPOS | 1ª RODADA

Alto Vale e Médio Vale receberão R$ 95 milhões de emenda da bancada federal para enfrentar enchentes

Alto Vale e Médio Vale receberão R$ 95 milhões de emenda da bancada federal para enfrentar enchentes

PRF encontra toneladas de maconha em fundo falso de carreta com donativos para o Rio Grande do Sul

PRF encontra toneladas de maconha em fundo falso de carreta com donativos para o Rio Grande do Sul