Empresário ferido durante ciclone bomba morre em Rio do Sul

Empresário ferido durante ciclone bomba morre em Rio do Sul


O empresário Vili José Marchi, de 47 anos, morreu na quarta-feira (22) em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. Ele estava internado desde o dia 30 de junho, quando se feriu durante a passagem do ciclone bomba.

Faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp, acesse aqui!!

Dono de uma empresa de levadores, Vili é a 16ª pessoa a morrer em decorrência do temporal que atingiu Santa Catarina. Ele deixa a mulher e uma filha de apenas 15 anos.

Sobrinha e funcionária do empresário, Gabriela Battini conta que o tio foi atingido na cabeça quando o galpão desabou. Ele foi levado ao Hospital Regional do Alto Vale, passou por cirurgia e precisou de UTI.

Passados 23 dias da internação, Vili não resistiu e morreu. Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a perda.

“Foi uma pessoa incrível em vida, nos ensinou que a bondade nunca é demais. Homem honesto, batalhador, feliz e amoroso. Viveu intensamente para dar o melhor pela sua filha e esposa. Adotou seus colaboradores como seus filho, e amava toda a família e amigos reunidos. Vai estar pra sempre em nossos corações e já deixou muitas saudades”, afirma Gabriela.

Fonte: ndmais


Voltar

Comentários




Notícias Relacionadas


Vídeos


Posto de combustíveis é roubado na BR-470

Posto de combustíveis é roubado na BR-470

Projeto de lei endurece punição para praticantes da “Farra do Boi” em SC

Projeto de lei endurece punição para praticantes da “Farra do Boi” em SC

Prefeitura de Taió divulgou cronograma de licitações

Prefeitura de Taió divulgou cronograma de licitações