Com fim de enchente, abrigos começam a ser desmobilizados, em Rio do Sul

Com fim de enchente, abrigos começam a ser desmobilizados, em Rio do Sul


Após a redução do nível do rio Itajaí-açu desde segunda-feira (20), Rio do Sul está livre dos alagamentos. A Defesa Civil trabalha agora em estado de alerta, em virtude do nível ter baixado dos 6,5 metros, quando o status é de emergência.

O rio baixou, mas deixou novamente más lembranças. Foram pelo menos 125 ruas com algum tipo de alagamento e pelo menos 1.100 residências ou empresas atingidas direta ou indiretamente. O total de desabrigados chegou oficialmente em 467 pessoas e os desalojados em torno de 2,7 mil.

Os abrigos que foram abertos para atender quem não tinha para onde ir ao sair de casa, estão sendo desmobilizados aos poucos, na medida em que os moradores puderem voltar para ficar em seu imóvel. Muitos após serem limpos, ainda não podem ser habitados por estarem úmidos. Mas a meta da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social é dar amparo para as famílias, fechando os abrigos apenas quando o morador puder voltar totalmente e em segurança.

Nos abrigos, há uma rede de atendimento importante para acolhimento das famílias, como presença constante de profissionais da Secretaria de Assistência Social, além de atendimento das equipes de saúde. A Fundação Cultural e a Fundação Municipal de Desportos promoveram atividades de recreação para as crianças.

Limpeza de ruas e recolhimento de entulhos

Desde a redução das inundações, a Secretaria de Obras de Rio do Sul trabalha para limpar ruas e dar condições de uso para a comunidade. O trabalho começou na segunda-feira (20) e continua. Os bairros Centro, Canoas, Barragem, Barra do Trombudo e Canta Galo foram os primeiros a serem atendidos. Em sequência, os outros bairros que ainda não foram atendidos.

A prefeitura contratou empresa especializada em desentupimento de tubulações, além de receber o apoio de funcionários e equipamentos da prefeitura de Timbó para lavação de ruas. O Corpo de Bombeiros de Rio do Sul também tem apoiado o trabalho.

Na rua Emílio Adami, no bairro Barragem, uma rede de drenagem ficou danificada pela enxurrada, já sendo consertada pela Secretaria de Obras nesta quarta-feira. Na rua José Salla, no Fundo Canoas, a rede de drenagem também será consertada, já que a estrutura não suportou o volume de água, causando alagamentos e transtorno em uma residência.



Voltar

Comentários




Notícias Relacionadas


Vídeos


Governador aprova incentivos que vão impulsionar 6,3 mil novos empregos e R$ 2,5 bilhões em investim

Governador aprova incentivos que vão impulsionar 6,3 mil novos empregos e R$ 2,5 bilhões em investim

Prefeitos da AMAVI se reuniram com deputados da bancada do Vale do Itajaí

Prefeitos da AMAVI se reuniram com deputados da bancada do Vale do Itajaí

BOM DIA ALTO VALE – 19/06/2024

BOM DIA ALTO VALE – 19/06/2024